Vivemos num mundo globalizado, onde a informação viaja em tempo real de um canto a outro no Planeta.  Mas será que estamos mesmo sendo informados, ou apenas recebemos imagens e sons de forma instantânea, em quantidade estafante e com fatos fragmentados e superficiais?  Lembramos das notícias que vimos ou ouvimos há algumas horas atrás? Comentamos essas notícias com alguém ou refletimos sobre elas para ver se de alguma forma elas interferem em nossa vida ou no nosso dia-a-dia?

A verdadeira razão da informação deveria ser a de noticiar os fatos para as pessoas para que elas pudessem construir seu próprio ponto de vista.

Uma cidade, além de ela própria ser um veículo de informação, pois os acontecimentos e fatos vão ocorrendo dentro de seu espaço e aparecendo diante de nossos olhos quando aprendemos a observar o lugar onde vivemos,ela também tem seus veículos de informação produzidos na forma de jornais, revistas, livros, produções audiovisuais, sites na internet, etc. e que possibilitam às pessoas que moram na região saber e acompanhar os fatos mais importantes que ocorreram ou ocorrem na cidade.

O que se percebe em alguns meios de informação de uma cidade é que eles reproduzem muitas das notícias que são veiculadas a partir dos grandes centros. Sendo que muitas dessas informações não tem relação com a cidade e notícias das comunidades e acontecimentos que ocorrem no lugar mais próximo da população e que deixam muitas vezes de ser veiculados, porque os que detém os meios de informação acham que não são importantes.

A internet está sendo um dos principais meios de comunicação da atualidade. Mas assim como nem todas as pessoas tem acesso à informação escrita produzida numa cidade, há hoje, uma grande parcela da população que não tem ainda acesso à informação digital, que já faz parte do nosso dia-a-dia.

Quanto mais informação for possível produzir sobre fatos que ocorrem nas comunidades que formam uma cidade, mais democrática e humana essa cidade pode se tornar. Por isso é importante a disseminação de jornais comunitários, rádios e tvs comunitárias, sites na internet com possibilidade de acesso por parte de toda população de uma região.

É importante também, os meios de informação que já existem na cidade, incentivarem às pessoas das comunidades a produzirem textos, artigos sobre fatos que afetam ou envolvem a coletividade. Fazendo isso, os referidos meios de informação acabam também fazendo a sua parte como um instrumento de função social.

Temos que estar antenados com o que ocorre no mundo e no nosso país como um todo, mas precisamos também ficar atentos para o que ocorre em nossa cidade, procurando saber quais são as fontes e os meios de informação que nela circulam, o que veiculam, a quem se destinam e se contribuem para melhorar a vida das pessoas e da cidade onde moramos.

  • Você conhece os meios de informação da cidade onde mora?
  • Você costuma saber e discutir sobre as noticias dos fatos ocorridos na cidade?
  • Quais são os meios de informação que mais você tem contato?
  • Você costuma contribuir com algum meio de comunicação com informações sobre fatos ou acontecimentos em sua cidade?
  • Você considera importante que circulem mais notícias e informações sobre a cidade onde mora? Por que?