O Centro de Controle de Agravos realizará teste rápido para Hepatite B e C, e vacinação contra Hepatite B no Bosque Municipal, das 9h às 17h, no dia 28

Hepatites Virais

A Secretaria Municipal de Saúde, no período de 24 a 28 de julho, realiza a Campanha de Prevenção e Diagnóstico das Hepatites Virais. A partir de iniciativa e propostas brasileiras, a Organização Mundial de Saúde (OMS), durante Assembleia Mundial da Saúde realizada em maio de 2010, instituiu a data de 28 de julho como o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais.

Os exames para Hepatite B e C estão disponíveis na rotina das unidades de saúde da família, informe-se na unidade de saúde mais próxima. O Centro de Controle de agravos realiza exames de segunda a sexta-feira a partir das 8h por ordem de chegada, durante a campanha realizará teste rápido para Hepatite B e C e vacinação contra Hepatite B no Bosque Municipal das 9h às 17h, no dia 28.

Hepatites Virais

De acordo com o Ministério da Saúde, a hepatite é um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, e se manifesta por meio da inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas, quando estes aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Existem, ainda, os vírus D e E, esse último mais frequente na África e na Ásia. Milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Portanto, correm o risco de as doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado, como cirrose e câncer. Por isso, é importante ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam a hepatite.

Prevenção


Existem várias medidas que podem evitar a transmissão das hepatites virais:

* Usar preservativo em todas as relações sexuais;
* Exigir materiais esterilizados ou descartáveis em estúdios de tatuagem e de piercings;
* Não compartilhar instrumentos de manicure e pedicure;
* Não usar lâminas de barbear ou de depilar de outras pessoas;
* Não compartilhar agulhas, seringas e equipamentos para drogas inaladas e “pipadas” (fumadas com cachimbo), como o crack.

O Portal mais Pinhais foi criado em 2009 com o intuído de informar, mas fugindo da imprensa tradicional local, que visa muito as notícias negativas. O Mais Pinhais tem como “lei” não vincular nada de negativo.

%d blogueiros gostam disto: