Como fica o mercado de empreendedorismo em 2022?

24 fev, 2022
photo of woman wearing eyeglasses

Com as rotinas retomando a normalidade, muito se espera de 2022, principalmente os empreendedores. 

Afinal, mesmo diante a crises econômicas, o brasileiro sempre busca se reinventar e abrir empresas.

No entanto, se você quer investir na sua independência financeira e empreender, é fundamental que se atente ao que o mercado promete neste ano.

Perante a alta taxa de desemprego, ter um próprio negócio, surge como uma alternativa para muitos. 

Uma decisão encarada como oportunidade para quem sempre sonhou em empreender.

Para que o seu investimento traga retorno, esteja atento às tendências de 2022 antes de dar o primeiro passo. 

Entenda!

photo of woman wearing eyeglasses
Photo by fauxels on Pexels.com

Sumário

O que esperar do setor de empreendedorismo em 2022

O ano de 2022 já começou, e com ele a busca de muitas pessoas em ter sucesso com empreendimentos. 

E empreender no pós-pandemia, com ainda todas as dificuldades e incerteza, se tornou uma tarefa desafiadora mas não impossível.

Uma pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship mostrou que abrir o próprio negócio é o segundo maior desejo dos brasileiros, ficando atrás apenas da vontade de viajar.

São tantas as possibilidades, que fica difícil escolher em qual área atuar. 

Para isso é importante investir em um curso de empreendedorismo. 

Por esse motivo, separamos algumas áreas que mais terão destaque em 2022. 

Confira:

  • Loja virtual (e-commerce);
  • Serviços de consultoria e treinamentos;
  • Infoprodutos;
  • Alimentos, principalmente o setor de delivery;
  • Área da saúde (telemedicina);
  • Agronegócios;
  • Produtos e serviços para pets;
  • Conteúdo digital;
  • Franquias.

Ideias de negócios lucrativos

As ideias de negócios lucrativos, garantem aos empreendedores um importante passo para o sucesso. 

Muitos empreendedores buscam investir nas melhores modalidades de serviço, que assim, possam trazer mais resultados positivos.

Mas, algumas ideias irão se destacar mais do que as outras em 2022. 

A lista a seguir conta com diversas sugestões que podem servir como um norte para quem quer começar uma empresa que se torne rentável e bem sucedida. 

  • Alimentação saudável;
  • Lojas de roupas;
  • Blogs;
  • Mercado de afiliados;
  • Saúde e beleza;
  • Alimentos gourmet;
  • Assistencia em informatica;
  • Materiais personalizados;
  • Brechó. 

A tecnologia e os e-commerces tecnológicos também cresceram em perspectivas e investimentos. 

Ações como educação online, sistemas odontológicos e artigos esportivos têm sido bem aceitos pelos consumidores.

Como elaborar um plano de negócios lucrativas

Plano de negócios é uma ferramenta de gestão que funciona como um guia para planejar um empreendimento. 

Serve como um auxílio para mapear os objetivos e passos que serão dados para que tudo seja realizado, de forma que as incertezas sejam reduzidas aumentando os planejamentos positivos.

Para criar um plano de negócios lucrativo será preciso: 

1- Definir o modelo do seu negócio

2- Escrever o plano de negócio

3- Analisar todo o mercado

4- Criar um plano de marketing

5- Elaborar o plano financeiro e mostrar as expectativas

Seguindo esses passos, fica mais fácil entender a realidade do mercado.

E assim, determinar as melhores estratégias e consequentemente conseguir elaborar um plano de negócios lucrativos.

5 tendências do empreendedorismo para 2022

As atividades remotas e com o uso da tecnologia vieram para ficar.

E a tendência é de que ganhe ainda mais características, uma junção do que já havia em 2020, adaptado com a realidade de 2022. 

Acompanhe:

#1 Anywhere office

O termo significa escritório em qualquer lugar.

E com um possível modelo de home office definitivo pela maioria das empresas, o anywhere office permite que os funcionários realizem suas atividades de qualquer lugar.

Seja em casa, na empresa ou na beira do mar.

#2 ESG

Environmental, social and corporate governance, ou apenas Governança Ambiental, social e corporativa – ESG, é uma avaliação da consciência coletiva de uma empresa, relacionada aos fatores sociais e ambientais. 

Atua como uma pontuação a partir de dados que são coletados com métricas relacionadas a empresa.

Esse recurso aumenta o valor de uma empresa e com uma forte reputação, as empresas têm diversos benefícios.

#3 Negócios circulares

Esse conceito associa o desenvolvimento econômico para o melhor uso de recursos naturais.

Através de modelos de negócio e otimizações nos processos de fabricação de matéria prima.

Sempre priorizando os insumos com maior duração e que se renovam constantemente.

#4 Dropshipping

Também conhecido como estoque na frente.

Ele é um método para organização logística onde o estoque e envio dos produtos é de responsabilidade do fornecedor, e não mais do revendedor. 

Dessa maneira, a loja recebe o pagamento e repassa os pedidos para fornecedores e fabricantes, que se responsabilizam de enviar até o cliente o produto.

#5 Consultoria Digital

Uma consultoria digital tem como objetivo auxiliar os diferentes tipos de negócios a utilizarem ferramentas de maneira online.

É uma remuneração que pode ser até feita como trabalho freelancer

E também adaptam o seu negócio para atender as mudanças de comportamento dos consumidores. 

Inclusive do consumidor positivo.

Que utilizam a internet como forma de informação para tomar decisões de compra.

Além disso, por meio das redes sociais será possível levar ainda mais produtos e serviços para qualquer lugar.

Sem que os potenciais clientes precisem se deslocar até uma loja física, tudo é feito por um smartphone, por exemplo.

A boa notícia é que mesmo com o fim da Covid-19, o uso da tecnologia vai permanecer. 
Gostou desse conteúdo? Acompanhe nossas notícias de Pinhais e saiba onde investir.

<a href="https://maispinhais.com.br/author/maispinhais/" target="_self">maispinhais</a>

maispinhais

O Portal mais Pinhais foi criado em 2009 com o intuído de informar, mas fugindo da imprensa tradicional local, que visa muito as notícias negativas. O Mais Pinhais tem como “lei” não vincular nada de negativo.

0 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: