Novo decreto do Governo do Estado flexibiliza atividades não essenciais em Pinhais

5 abr, 2021
Plano Diretor

No entanto, algumas medidas continuam restritas como a proibição da circulação de pessoas entre 20h e 5h, e a venda de bebidas alcóolicas

O Governo do Estado revogou o decreto que previa regras de circulação mais rígidas em Pinhais e outros 10 municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Dessa maneira, está autorizado o retorno das atividades não essenciais nas cidades do chamado Primeiro Anel, aquelas mais próximas à Capital, já nesta segunda-feira (5).

Apesar de contar com algumas restrições, atividades comerciais na rua, galerias, centro comerciais e serviços não essenciais dos municípios com mais de 50 mil habitantes, como é o caso de Pinhais, poderão funcionar das 10 horas às 17 horas, de segunda a sexta-feira, com limitação de 50% de ocupação. Já aos sábado o atendimento deve ser exclusivamente nas modalidades delivery e drive-thru, das 10 horas às 17 horas.

Continua proibida a circulação de pessoas entre as 20h e 5h. Além disso, não está permitido a venda e consumo de bebidas alcóolicas em espaços de uso público e coletivo no mesmo horário, em todos os dias da semana.

O decreto mantém suspensas atividades que causem aglomerações, como casas de shows, circos, teatros, cinemas e museus; os destinados a eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, como casas de festas, de eventos, incluídas aquelas com serviços de buffet; os estabelecimentos destinados à mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções; bares, casas noturnas e correlatos; além de reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.

As atividades religiosas devem seguir a regulamentação da Secretaria da Saúde publicada em 26 de fevereiro, especificada na Resolução 221/221.

As aulas presenciais da rede estadual continuam suspensas. Já as escolas particulares estão autorizadas a funcionar no modelo híbrido.

Confira o decreto completo no link: 7230/21

0 comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

<a href="https://maispinhais.com.br/author/maispinhais/" target="_self">maispinhais</a>

maispinhais

O Portal mais Pinhais foi criado em 2009 com o intuído de informar, mas fugindo da imprensa tradicional local, que visa muito as notícias negativas. O Mais Pinhais tem como “lei” não vincular nada de negativo.