Novo decreto regulamenta funcionamento de serviços não essenciais em Pinhais

5 abr, 2021
Pinhais

As novas medidas entraram em vigor já no ato da publicação e permitem o funcionamento de parte das atividades

decreto pinhais abril
Novo decreto regulamenta funcionamento de serviços não essenciais em Pinhais 2

A Prefeitura de Pinhais publicou decreto regulamentando o funcionamento dos serviços não essenciais. As novas medidas entraram em vigor já no ato da publicação e permitem o funcionamento de parte das atividades, com restrições de horário e respeitando as medidas sanitárias de combate ao Coronavírus.

Continua suspenso, em consonância com o Governo do Estado e Curitiba, o funcionamento de serviços e atividades destinadas ao entretenimento como casas de shows e atividades correlatas; estabelecimentos destinados a mostras comerciais, feiras de varejo, eventos técnicos, congressos, convenções; locais destinados à eventos sociais e atividades correlatas, tais como casas de festas, de eventos ou recepções, incluindo aquelas com serviços de buffet, bem como parques infantis e temáticos; casas noturnas; reuniões com aglomeração de pessoas, incluindo eventos, comemorações, assembleias, confraternizações, encontros familiares ou corporativos, em espaços de uso público, localizados em bens públicos ou privados.

Fica restrita a circulação de pessoas, no período de 23h às 5h, em espaços e vias públicas, salvo em razão de atividades ou serviços essenciais e casos de urgência e está proibido o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas.

Confira todos os detalhes no decreto, acessando o link: Decreto 268/2021

0 comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

<a href="https://maispinhais.com.br/author/maispinhais/" target="_self">maispinhais</a>

maispinhais

O Portal mais Pinhais foi criado em 2009 com o intuído de informar, mas fugindo da imprensa tradicional local, que visa muito as notícias negativas. O Mais Pinhais tem como “lei” não vincular nada de negativo.