Para semear gentileza e empatia, Escola Elis de Fátima Zem promoveu diferentes ações

17 dez, 2021
A proposta foi amenizar os impactos provocados pela pandemia, buscando deixar marcas positivas para um Natal mais solidário, harmonioso e distribuindo amor ao próximo

Durante este mês de dezembro, a Escola Municipal Elis de Fátima Zem, unidade de ensino que atua na modalidade de educação especial, desenvolveu diferentes ações para semear gentileza e empatia entre as pessoas. A iniciativa fez parte do projeto lançado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed): “Solidariedade: dividir para multiplicar” destinado às unidades da rede municipal de ensino. A proposta foi amenizar os impactos provocados pela pandemia, buscando deixar marcas positivas para um Natal mais solidário, harmonioso, e claro, distribuindo amor ao próximo.

O estabelecimento de ensino, que fica no bairro Maria Antonieta, promoveu nas duas últimas semanas, sete diferentes ações que contaram com a participação de alunos, professores, equipe pedagógica e direção da escola.

Buscando se colocar no lugar do outro e sendo gentil, foram produzidos cartões de natal e entregues em alguns estabelecimentos comerciais próximos à escola. Também foi realizado um café solidário para os alunos, criada uma campanha de arrecadação de fraldas geriátricas que conseguiu 400 unidades para a Casa de Repouso Bem Cuidar, do bairro Weissópolis, sendo que o local também recebeu uma apresentação de coral composta por alunos e profissionais da unidade. Além disso, foram arrecadados produtos de higiene para a Paróquia Nossa Senhora da Luz e feita a decoração natalina em um ônibus escolar que transitou pelo município.

Seja pela reação dos alunos ou pelo resultado do trabalho praticado, a ação foi recompensadora, disse a diretora da Escola Elis de Fátima Zem, Ana Paula Lourenço Vieira. “Sentimos que esses gestos solidários fazem muito bem, não só para aqueles que os recebem, mas para os alunos e funcionários da escola que se envolveram. No final, todos percebem que são capazes de ajudar de alguma forma, que gostamos de ver a alegria no rosto das pessoas que receberam o cartão, as fraldas, a apresentação, e, principalmente, a atenção, os acenos e o sorriso em cada rosto”, afirmou.

maispinhais

O Portal mais Pinhais foi criado em 2009 com o intuído de informar, mas fugindo da imprensa tradicional local, que visa muito as notícias negativas. O Mais Pinhais tem como “lei” não vincular nada de negativo.

0 comentários

Deixe uma resposta




%d blogueiros gostam disto: