O local conta com uma ampla estrutura e profissionais capacitados, que atuam no atendimento de pessoas a partir de 12 anos de idade

Enfrentar a dependência em drogas é um grande desafio. E com a missão de auxiliar aqueles que desejam se recuperar, o Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e outras Drogas (CAPS-AD)atende em Pinhais, sem a necessidade de encaminhamento. Fundando no ano de 2009, o local conta com uma ampla estrutura e profissionais capacitados, que atuam no atendimento de pessoas a partir de 12 anos de idade, que apresentam transtornos decorrentes do uso/abuso e dependência de substâncias psicoativas.

As atividades são oferecidas por meio de atendimentos em grupo e individuaise durante o tratamento a família também é atendida, e se torna fundamental no processo de recuperação. “A dependência química é uma doença como qualquer outra, o indivíduo acaba sendo excluído, os vínculos familiares são rompidos, então a função do CAPS é a reinserção na sociedade”, esclarece Angela Iglikoski, coordenadora do CAPS-AD.

Também faz parte das ações do equipamento realizar projetos com foco nos adolescentes, como forma de um trabalho preventivo, e para isso conta com o apoio das escolas municipais de Pinhais.

Atividades desenvolvidas

O CAPS-AD desenvolve as seguintes ações: acolhimento;avaliações clínicas; Projeto Terapêutico Singular;atendimento psicológico, psiquiátrico, de serviço social, enfermagem e terapia ocupacional; oficinas e demais atividades em grupo; atendimento para a família;visitas domiciliares;atividades comunitárias: participação em eventos, caminhadas, centros comunitários, entre outras ações.

Os usuários frequentam o CAPS em regimes intensivo (5 dias na semana); semi-intensivo (3 vezes na semana); não intensivo (3 vezes ao mês). Cabe ressaltar que durante o tratamento o usuário será atendido por todas as especialidades.

Serviço

OCAPS-AD está localizado na Rua Antônio Andrade, 153, no bairro Maria Antonieta. Para mais informações ligue 3912-5382 ou 3912-5394.

CAPS -AD

O Portal mais Pinhais foi criado em 2009 com o intuído de informar, mas fugindo da imprensa tradicional local, que visa muito as notícias negativas. O Mais Pinhais tem como “lei” não vincular nada de negativo.

%d blogueiros gostam disto: