Sanepar confirma fim do rodízio em Curitiba e região após 19 meses de restrições

19 jan, 2022

A Companhia Paranaense de Saneamento do Paraná (Sanepar) confirmou na manhã desta quarta-feira (19) que está fazendo ajustes no sistema para pôr fim ao racionamento de água em Curitiba e Região Metropolitana (RMC). O diretor-geral da Sanepar, Claudio Stabile, vai explicar o encerramento do rodízio em entrevista coletiva às 11h30 desta quarta.

“O índice dos reservatórios chegou a 80% e a Sanepar fará os ajustes técnicos que preparam a rede de distribuição para o retorno à normalidade. A população será avisada com antecedência, como ocorreu em todos os processos de alteração do modelo de rodízio”, afirma a Sanepar em nota.

O abastecimento de água voltará ao normal após 19 meses do rodízio. O racionamento foi implantando em maio de 2020 diante da crise hídrica causada pela pior estiagem no Paraná em 91 anos. Nesse período, o racionamento foi suspenso apenas em dois períodos curtos, para as festas de fim de ano em 2020 e 2021.

As quatro barragens que abastecem a capital e RMC alcançaram nesta quarta o volume de 80% de armazenamento de água, volume buscado pela Sanepar para que o abastecimento voltasse ao normal. Na manhã desta quarta, o sistema operava com capacidade de 80,34%. Há dois anos, desde janeiro de 2020, as quatro represas não operavam com esse volume.

As chuvas dos últimos dias já havia permitido uma flexibilização no rodízio. Segunda-feira (17), a Sanepar substituiu o sistema de 60 horas com fornecimento por 36 horas sem água nos bairros pelo formato de 84 horas com fornecimento por 36 horas sem água. Ou seja, a população já havia ganhado um dia a mais de fornecimento de água na tabela do racionamento.

Mesmo com a elevação das barragens que permitirá o fim do racionamento, a Sanepar mantém a orientação para que a população não desperdice água. Para isso, segue em vigência o plano Meta 20% para que cada paranaense alcance a redução de 20% no consumo de água.

<a href="https://maispinhais.com.br/author/maispinhais/" target="_self">maispinhais</a>

maispinhais

O Portal mais Pinhais foi criado em 2009 com o intuído de informar, mas fugindo da imprensa tradicional local, que visa muito as notícias negativas. O Mais Pinhais tem como “lei” não vincular nada de negativo.

0 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: