Sebrae Startup Day acontece simultaneamente em 48 cidades em 22 de setembro

O Sebrae inicia nesta quinta-feira (22) um esforço nacional para discutir o cenário do empreendedorismo digital e estimular o desenvolvimento de startups no Brasil, que crescem mesmo na crise. Para isso, está coordenando um evento que vai acontecer simultaneamente em 48 cidades brasileiras: o Sebrae Startup Day. Nesse dia, mais de 10 mil pessoas, entre empreendedores, desenvolvedores/programadores, estudantes, designers, investidores, aceleradoras e incubadoras vão discutir o cenário atual do ecossistema empreendedor de negócios digitais brasileiro, as dificuldades e os desafios do mercado. É o maior evento do país voltado para startups.

Cada estado organizou uma programação para o Sebrae Startup Day de acordo com a realidade local, com a maturidade do ecossistema da  região e a consequente atuação do Sebrae nela. No Rio de Janeiro, por exemplo, o foco estará nas empresas nos estágios de operação e tração com discussões sobre investimentos e acesso a mercados. Em São Paulo, o evento contará com a participação de alguns dos mais importantes nomes ligados ao empreendedorismo digital no país. Já o Rio Grande do Norte vai ter programações separadas para todos os estágios de uma startup. Rondônia e Roraima, que estão começando ações no segmento, vão fazer ações de sensibilização e troca de experiências.

No Sebrae Startup Day, os empreendedores terão contato com a experiência Sebrae de atendimento às startups em todo o Brasil (estratégia chamada de SebraeLikeaBoss). O Sebrae tem atuação nacional no desenvolvimento destartups. Atualmente, projetos voltados para o segmento acontecem no Brasil inteiro. Em 2015 foram atendidas 855startups, número que subiu 40% em 2016. Em quatro anos, desde 2013, a quantidade de startups atendidas pelo Sebrae em todo o país cresceu nove vezes (de 130 para 1,2 mil). De acordo com o banco de dados da Associação Brasileira de Startups (ABStartups) existem hoje 4.185 startups cadastradas no país – número que cresceu 30% entre 2015 e 2016, mesmo na crise.

O Sebrae apoia startups em todos os momentos da empresa inovadora, especialmente nos estágios de ideação – momento de testar e validar a ideia do negócio – e operação – momento de formalizar a empresa e colocá-la para funcionar, gerenciando um sistema e controlando recursos humanos, materiais e financeiros. Mas também tem soluções voltadas para os estágios de curiosidade e tração – momento de crescimento de uma startup. O evento é voltado para todos os momentos empresariais de uma startup: curiosidade, ideação, operação e tração.

Na crise, o segmento de startups continua dinâmico porque esse tipo de empresa tem um modelo de negócio diferente das demais. “As startups têm um processo de criação de empresas mais fácil e ágil do que uma empresa tradicional. A gente está falando de uma ideia que já é validada em um processo de interação com o cliente/mercado antes mesmo da abertura formal da empresa, com resultados atingidos mais rápido também”, afirma o presidente do Sebrae, Guilherme Afif. No entanto, os riscos que são menores no processo de abertura da empresa nem sempre garante a sobrevivência dela. “Quem entra nesse jogo sabe como ele vai ser jogado. A atuação do Sebrae, porém, não é de criar talentos. É de diminuir as chances da empresa não dar certo, pois ajudamos a validar a ideia, melhorar o modelo de negócios e desenvolver capacidades de gestão da empresa, além de proporcionar soluções de inovação e acesso a mercados”, ressalta Afif.

De uma maneira geral, cada Startup Day terá uma programação dividida entre atividades de troca de experiências por meio de palestras, debates e hangouts pela manhã, atividades práticas (workshops, oficinas, treinamentos) e encontros com investidores e principais atores do ecossistema para networking à tarde e à noite. “A ideia de cada evento é reunir conceito, prática e negócios”, ressalta Afif.

Sebrae Startup Day
1.    Rio Branco (AC) 17. Patos (MG) 33. Parnaíba (PI)
2.    Maceió (AL) 18. Uberlândia (MG) 34. Cascavel (PR)
3.    Manaus (AM) 19. Varginha (MG) 35. Curitiba (PR)
4.    Macapá (AP) 20. Leopoldina (MG) 36. Londrina (PR)
5.    Feira de Santana (BA) 21. Diamantina (MG) 37. Maringá (PR)
6.    Luiz Eduardo Magalhães (BA) 22. Alfenas (MG) 38. Ponta Grossa (PR)
7.    Juazeiro (BA) 23. Itajubá (MG) 39. Pato Branco (PR)
8.    Fortaleza (CE) 24. Uberaba (MG) 40. Rio de Janeiro (RJ)
9.    Sobral (CE) 25. Araguari (MG) 41. Natal (RN)
10.  Brasília (DF) 26. Patrocínio (MG) 42. Porto Velho (RO)
11.  Vitória (ES) 27. Campo Grande (MS) 43. Boa Vista (RR)
12.  Goiânia (GO) 28. Cuiabá (MT) 44. Porto Alegre (RS)
13.  São Luis (MA) 29. João Pessoa (PB) 45. Florianópolis (SC)
14.  Belo Horizonte (MG) 30. Belém (PA) 46. São Paulo (SP)
15.  Araxá (MG) 31. Recife (PE) 47. Aracaju (SE)
16.  Lavras (MG) 32. Teresina (PI) 48. Palmas (TO)

Maiores informações: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae

 

O Portal mais Pinhais foi criado em 2009 com o intuído de informar, mas fugindo da imprensa tradicional local, que visa muito as notícias negativas. O Mais Pinhais tem como “lei” não vincular nada de negativo.

%d blogueiros gostam disto: