Escolha uma Página

No município o animal foi encontrado em uma região específica, sendo de uma espécie que não apresenta risco para a saúde

A Gerência de Vigilância Ambiental orienta a população em relação aos cuidados a serem tomados para prevenir o surgimento de escorpiões e quais procedimentos adotar caso o animal seja encontrado.

Segundo Cristiane da Conceição de Barros, da Gerência de Vigilância Ambiental, do Departamento de Vigilância em Saúde, ao encontrar um escorpião a orientação é colocá-lo em um pote com tampa e entrar em contato com a Vigilância Ambiental para o setor recolha o animal para identificação. “A Prefeitura deve recolher a espécie para a sua posterior identificação, assim como repassar as medidas de orientação para evitar acidentes ou a presença deles nos quintais”, explica.

 

Após este procedimento, fica a cargo do Governo do Estado, identificar as espécies coletadas e posteriormente liberar o laudo para a Prefeitura de Pinhais. “Lembramos que no município temos encontrado escorpião da espécieTityus costatus em uma região específica do bairro Centro, esta espécie não tem interesse médico, ou seja, não apresenta risco para a saúde. Até o momento não foram encontrados escorpiões em outros bairros de Pinhais. Porém, sempre orientamos a procurar atendimento médico caso houver a picada”, completa.

Medidas para evitar surgimento de escorpiões:

– Não acumular entulhos como tijolos, telhas, e manter o terreno limpo;

– Manter a casa livre de baratas, pois elas são o principal alimento de escorpiões;

– Sempre examinar as roupas antes de vesti-las, isto serve para as aranhas também;

– Vedar aberturas ou frestas em sua casa, estas podem ser porta de entrada para vários animais peçonhentos;

– Mantenha a cama afastada da parede, isto evita a presença de escorpiões ou aranhas;

– Mantenha os sacos de lixo bem fechados.

“No geral a prevenção é sempre a mesma; onde houver entulho, lixo, coisas em desuso acumuladas, encontraremos as pragas urbanas, sejam escorpiões, aranhas, carrapatos e os mosquitos”, complementa Cristiane.

Em caso de picada a indicação é procurar atendimento médico na Unidade de Saúde mais próxima. “Além disso, sempre que uma pessoa sofrer um acidente com animal peçonhento é importante, se conseguir, coletar o animal, pois assim o médico consegue definir o tratamento preconizado. Este animal deve ser encaminhado para a Vigilância Ambiental, a fim de identificar a espécie. Isso vale para todos os animais peçonhentos ou venenosos como aranhas, serpentes, lagartas, escorpião”, orienta.

Serviço

Mais informações com a Vigilância Ambiental pelo telefone (41) 3912-5396 ou e-mail ambiental@pinhais.pr.gov.br. 

%d blogueiros gostam disto: